segunda-feira, 21 de julho de 2008

Você sabe o que é café arábica? Já ouviu falar em café conillon?

Muita gente já deve ter ouvido falar em café arábica, e também em café conillon, mas qual a diferença entre eles?
Dos cafés conhecidos e plantados de maneira comercial, essas duas espécies são as mais conhecidas. E são duas espécies diferentes: Coffea arabica e Coffea canefora.
A primeira espécia, a Coffea arabica é um café produzido em altitude maiores, e os plantios comerciais estão acima de 800 m. No Brasil uma altitude de 1200 m é onde se produz cafés de qualidades superiores, mas o risco de geada são maiores. Estudos demonstram que a altitude é um fator determinante na qualidade do café, devido a diferença entre as temperaturas do dia e da noite, que são maiores. Isso proporciona um café de boa qualidade e consequentemente um preço mais elevado.
Por outro lado, o Coffea canefora, que nos fornece os café conillon ou café robusta é produzido até uma altitude de 800 m, ou seja, desde o nível do mar até mais ou menos 800 m de altitude é onde o café conillon se adapta melhor. Esse café é menos aromático e menos encorpado, e por isso, considerado de menor qualidade. É utilizado em grande quantidade para café solúvel. A produtividade do conillon é quase o dobro do café arábica e em contra-partida seu preço é sempre a metade do café arábica.
As duas espécies são cafés mas nem sempre nas embalagens de café são descritas que tipo de café foi usado. Mesmo as marcas com selo da ABIC - Associação Brasileira da Indústria do Café não utilizam expor a proporção de café arábica e robusta que foi utilizada para fazer a mistura. Aliás a ABIC leva em consideração somente se foi utilizado café na produção do café torrado... não importa de que safra foi e nem que tipo de café foi utilizado.
Algumas marcas de café instantâneo, principalmente os cafés orgânicos, produzido à partir do processo de Liofilização (freeze dried) utilizam expor nos seus rótulos, a indicação 100% café arábica, visto que serve de referência de um bom café, de qualidade nobre. Isso porque o processo de liofilização já é um processo caro e por isso não convém fazer a mistura com café conillon.
Mais uma diferença é que o café conillon pode possuir quase o dobro da concentração de cafeína, de acordo com o IAPAR - Instituto Agronômico do Paraná. Isso não significa que o café conillon seja ruim pois já tomei muitos cafés conillon de boa qualidade e produzido de maneira exemplar.
Deve ter paladar e gosto para todos os tipos de cafés, produzidos nas diversas regiões do mundo e com qualidade diferenciadas também... Vale a pena tomar e conferir cada um dos diferentes tipos de cafés que existe!

6 comentários:

adriana silva disse...

tirei aqui todas as minhas dúvidas sobre café vcs estão de parabens!!!

Amorim disse...

Nossa, to pesquisando a alguns minutos e não havia encontrado uma informação como essa. mt boa. E o café Bebida que a gente fala aqui em MG, é uma variação do arábica?

responda por favor, amorim_4@msn.com

Paulo Viruel disse...

Maravilha, tirei minhas dúvidas na diferenciacao entre arábica e conilon. Parabéns!
Paulo Viruel Londrina/Pr

Anônimo disse...

A didática na explicação tornou o

assunto muuito interessante, mesmo

para quem é apenas apreciador de

um bom café! Sônia C. / Mococa- SP

fabiano disse...

TRABALHAR EM CASA" é sem dúvida uma frase que vai ficar cada dia mais popular e procurada na Internet. E verdade seja dita, hoje em dia qualquer pessoa que tenha acesso a um computador com Internet em casa tem em mãos a oportunidade de se conseguir uma renda extra trabalhando poucas horas por dia saiba mais no meu blog http://cafe-ferreira5.webnode.com/ skaype fabianosertanopolis tirarei toda suas duvidas e daremos todo apoio necessario visite meu blog tenha boa tarde de seu líder fabiano se vc nao gostar do nosso produto devolveremos seu dinheiro de volta

fabiano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.